Empreender é um desafio que muitos, senão todo cidadão que deseja ser seu próprio patrão, vivem sonhando fazer. Para tirar o sonho da cabeça e colocá-lo no papel é preciso coragem, vontade, planejamento e acompanhamento. Há um programa na TV fechada voltado para este fim. Muitos devem conhecer.

Empreendedores de vários setores enfrentam empresários bem sucedidos e tentam vender, fazendo o marketing do seu produto, da sua marca. A marca de um negócio é a sua identidade. Vide grandes empresas como Shell, Coca-Cola, Nike, etc., que você identifica a empresa apenas ao visualizar a marca. Isso não é conseguido da noite para o dia.

Muito esforço, trabalho, noites mal dormidas e literalmente “queimar a mufa” para chegar “lá”. Dois fatores chamam a atenção neste programa de tubarões:

1) O foco no negócio deve ser 100%. Como diz o velho ditado “o olho do dono que engorda o porco”. Verdade ou não é melhor não se distrair. Afinal é a sua marca, o seu negócio.

2) A confiança que o empreendedor deposita na sua marca, para querer investir e se reinventar num mercado tão competitivo como o atual.

Foco e confiança são as chaves para abrir a primeira porta. Mas ao abri-la o empresário encontrará diversos outros que, como ele, também estão de “olho” no próprio negócio e no que ocorre à volta. Indispensável conhecer o mercado que você atua e qual a sua expectativa em relação aos concorrentes e, principalmente, ao futuro da sua marca, que é o seu negócio. Pensar grande, pensar no futuro, é a dar continuidade ao foco e a confiança.

Qualificação em marketing digital, web design, também é decisivo, já que hoje não se vive sem as mídias sociais. A Internet é quem alavanca ou deixa no ostracismos uma marca. O negócio pode ser bom, o foco total, a marca excelente, mas sem um monitoramento para avaliar bem o o market share do seu negócio e o quanto você quer ampliá-lo, de nada adiantará ter. por exemplo, uma linha de produção consistente, produtiva, se a saída virou um gargalo, ou está defasada em relação às tendências do mercado digital.

A monitoração da sua marca leva a outros desdobramentos: análise do público alvo em relação ao público digital. Se a resposta dele é favorável, seu site é “friendly” para o usuário final, ou são telas e telas de navegação até chegar-se ao que se quer. Claro que a segurança do mundo virtual é imprescindível, mas a marca do seu produto ou negócio não pode estar escondida atrás de um portal poluído e muito interativo.

O consumidor tem pressa e precisa de agilidade e eficiência na hora de comprar a sua marca. Além disso ele deve sentir-se bem ao navegar, como se estivesse dirigindo o seu carro esportivo por uma estrada livre de trânsito e percalços.

Sendo assim, para fortalecer sua marca faz-se necessário o monitoramento constante, a análise minuciosa de todos e detalhes da sua mídia de venda, atualizando-a sempre que necessário, facilitando e tornando-a uma ferramenta cada vez mais fácil, agradável e segura para navegar. Além, claro de ser boa para os olhos, Beleza com simplicidade é sempre bem-vinda. Um usuário feliz com o que vê e compra é o maior marketing do mundo, porque ela dissemina a informação da marca e aí o mundo virtual abre novas portas para sua marca.

O conceito de que o cliente tem sempre razão, também vale para o mundo digital. Numa escala ainda maior, porque a propagação da impressão desse usuário é infinitamente mais veloz que qualquer outra. Por isso, ter atenção constante na sua marca e no que os clientes pensam dela, é essencial para o sucesso da empreitada virtual.